Cartas Lisboetas te saúda

Bom dia, boa tarde e boa noite.
Sejam bem-vindos ao meu blog, ele foi criado partindo da ideia de uma amiga sobre a minha escrita.
Tentarei postar alguns momentos descritos por mim como uma carioca que resolveu há 9 anos viver em Lisboa.
Espero não decepciona-los, um abraço e sejam bem-vindos a minha pequena morada.
Lilia Trajano

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A vida é quem nos ensina.

Hoje escolhi falar do Tumor, porque é algo que nos toma de surpresa e precisamos estar atentos a todos os sinais que o Universo nos indica.

Ontem fui ao concerto da cantora Sara Tavares, em Lisboa, que por sinal estava magnifico, completo, emocionante e único, amei.

Então voltei pra casa meio que extasiada, anestesiada pela força do concerto. Já havia visto Sara Tavares actuar em palco em outros momentos e ontem ela se superou mais ainda, uma energia linda brilhava sobre ela.

E por essa razão pensei no tumor, Sara Tavares no ano passado descobriu um tumor cerebral que afectava as cordas vocais, fiquei a pensar tudo que deve ter passado pela cabeça dela, ao se deparar com um tumor, que graças a Deus era benigno, foi extraído com sucesso e ela teve que interromper as apresentações por um tempo para se recuperar. Perdeu com isso seu lindo cabelo rasta, mas continuou bela e elegante com o novo visual.

Por isso ressalto a vida é quem nos ensina a viver e a dar valor ao que temos e da forma que temos.

"O tumor é um termo genérico que indica um aumento anormal de uma parte ou da totalidade de um tecido, ao falarmos em tumor, temos que ter em mente que podemos estar nos referindo a uma neoplasia, que pode ser maligna ou benigna. O tumor também, pode ser devido a um acumulo de líquido formando uma coleção ou ser uma tumoração reativa inflamatória. Não se sabe porque eles ocorrem, entretanto, sabe-se que a sua origem se dá em uma célula defeituosa que gera outras com a mesma deformidade. 

A diferença entre o tumor benigno e maligno é a sua capacidade de gerar metástases pelo corpo, assim como a velocidade do aumento do tecido afectado, com isso conseguimos medir a sua agressividade. No tumor benigno, as células ficam como que envolvidas por uma membrana que impede que elas se desenvolvam e se espalhem.

Os tratamentos existentes hoje são quimioterapia (remédios injetados na veia ou via oral), radioterapia (destruição das células cancerígenas por meio da radiação), cirurgia (retira-se parte ou todo o órgão atingido) e a imunoterapia (o paciente é estimulado artificialmente a produzir anticorpos e citocinas)."

No final do ano passado me submeti a uma intervenção cirúrgica para a retirada de um tumor nos órgãos reprodutivos, graças a Deus era benigno. Ainda tenho algumas dores e por causa delas irei fazer novos exames para saber o que se passa, mas não perco a fé e vou tocando em frente. Força e Fé.

Valeu Sara Tavares e fiquei com a canção "Eu Sei"
 
Lilia Trajano 

Fonte sobre a origem do tumor: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tumor

2 comentários:

Mazé disse...

É isso Lilia, a vida nos ensina e a fé nos preserva. Amor também é um ingrediente importante nesta química do viver.
Abraços, Mazeh

Lilia disse...

é verdade Mazé a fé e o amor nos move sempre em frente, beijos.